top of page

A Dança Criativa não é somente “Criativa”



A dança criativa, não é somente uma dança com criatividade, pois existem diferenças nas composições das palavras, conceitos, metodologia e processos. Os profissionais que utilizam a nomenclatura dança criativa, devem ter pleno conhecimento dos recursos e da proposta da Teoria do Movimento e também da capacitação para a criação de projetos, buscando o conhecimento e a investigação tanto da prática quanto da teoria.


Durante o processo da dança o mediador deve se preocupar em oferecer a oportunidade de explorar e aprender juntos, habilidades sociais, praticar padrões fundamentais de movimento, explorar conceitos musicais; aprender vocabulário de movimento; conectar palavras com movimentos e apreciar e avaliar coreografias; mover-se pelo espaço com facilidade e segurança; explorar relações entre pessoas e objetos; experimentar e experienciar movimentos que aumentam a propriocepção - o senso de si mesmo do corpo no espaço.


Um jeito contemporâneo de experimentar a dança é utilizar várias linguagens da arte para que o processo ocorra. Vocês conhecem as linguagens da arte?


Adriana Liza


Mestra em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie; Especialista em LABAN / Bartenieff pela Faculdade Angel Vianna ; Especialista em Dança e Consciência; Graduada em Pedagogia e Ciências Biológicas; possui alguns cursos de extensão como: Extensão em Arte, Educação e Sociedade pela PUC; Didática do Ensino Superior; Extensão em Língua e Literatura pelo Mackenzie; Curso de Aperfeiçoamento LABAN - Arte Do Movimento: No Brincar e Na Arte. Participou por quatro anos do grupo de estudos da Cia. de Dança Caleidos em Linguagem da Dança ministrado pela Profª. Dra. Isabel Marques.


Instagram: @dancacriativa

Facebook: @dancacriativaadrianaliza

47 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page