top of page

Explorando a Dança como Linguagem: Reflexões à Luz da BNCC

A Dança, reconhecida como uma prática artística, vai muito além dos movimentos físicos. Ela se configura como uma linguagem complexa, que expressa pensamentos, sentimentos e experiências por meio do corpo em movimento. A articulação dos processos cognitivos e das experiências sensíveis durante o movimento dançado é essencial para sua compreensão e apreciação.


Na perspectiva da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), os processos de investigação e produção artística da dança têm como foco central o corpo, discutindo e atribuindo significado às relações entre corporeidade e produção estética. Ao trabalhar os aspectos sensíveis, epistemológicos e formais do movimento, as crianças são desafiadas a problematizar e transformar percepções sobre o corpo e a dança, possibilitando novas visões de si mesmos e do mundo ao seu redor.


Dentro desse contexto, a dança não apenas proporciona o desenvolvimento das habilidades motoras e técnicas, mas também estimula a reflexão sobre dualidades e binômios, como corpo versus mente, popular versus erudito, teoria versus prática. Essa abordagem favorece a construção de um conjunto híbrido e dinâmico de práticas, enriquecendo o processo de ensino e aprendizagem.


Além disso, ao integrar a Dança com outras linguagens artísticas, como Teatro, Artes Plásticas e Música, as possibilidades de criação e expressão são ampliadas. As artes integradas exploram as relações entre diferentes linguagens e práticas artísticas, possibilitando uma abordagem interdisciplinar e inclusiva, que valoriza a diversidade de formas de expressão e o uso das novas tecnologias de informação e comunicação.


Dessa forma, a Dança se consolida como uma linguagem que contribui para a formação integral do indivíduo, promovendo a sensibilidade, a intuição, o pensamento crítico no processo de aprendizagem em Arte.


Referências:

Base Nacional Comum Curricular (BNCC), Ministério da Educação, Brasil.


O Projeto Dança Criativa foi embasado nos estudos de Rudolf Laban, realizados na primeira metade do século XX, porém, adaptados e (re)apropriados para as infâncias nos tempos atuais. Este Projeto propõe uma metodologia a partir de alguns elementos básicos da dinâmica visando o despertar da consciência corporal: espaço; descalçar-se; roda da conversa da dança; aquecimento e objetos propositores (LIZA, 2019).


Entre em contato para saber mais!


Adriana Liza

Mestra em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie; Especialista em LABAN / Bartenieff pela Faculdade Angel Vianna ; Especialista em Dança e Consciência; Graduada em Pedagogia e Ciências Biológicas; possui alguns cursos de extensão como: Extensão em Arte, Educação e Sociedade pela PUC; Didática do Ensino Superior; Extensão em Língua e Literatura pelo Mackenzie; Curso de Aperfeiçoamento LABAN - Arte Do Movimento: No Brincar e Na Arte. Participou por quatro anos do grupo de estudos da Cia. de Dança Caleidos em Linguagem da Dança ministrado pela Profª. Dra. Isabel Marques.


Instagram: @dancacriativa

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page